A  CPI  d o  B E B Ê

 

2ª feira, 8 horas da matina! O dono da "Empresa EU & AQUELE IDIOTA DO MEU SÓCIO LTDA", Sr. ZÉ ACUADO, chega para mais uma semana de trabalho!

E ao abrir a porta:

- Oi, cheguei, Algum problema?

- MUITOS! (Resposta dos funcionários, em coro).

- A "Irmão & Irmão Raivosos S/C" ligou e avisou que nosso título já foi para o "cartório"!
- Chegou este FAX da "Anos e Anos Perdidos S/A" avisando que pediram uma "concordata"! Aquela grana que tínhamos para receber hoje ... Já era!!!
- O Gerente do Banco "Dias & Dias Contados S/A" quer a conta coberta hoje!
- E tem mais: foi abandonado este bebê em nossa "lata de lixo".

Seu Zé, ordenou: descubram de onde veio este bebê AGORA!

Então, foi instaurada a "CPI DO BEBÊ", para descobrir, se o mesmo, seria um produto da empresa ou se algum funcionário estaria envolvido!

Após buscas incessantes, a "CPI DO BEBÊ" concluiu que o bebê enjeitado não poderia ser um produto da casa", pelos seguintes motivos:

1) Em nossa empresa NUNCA foi feito nada com prazer, nem amor!
2) Em nossa empresa JAMAIS duas pessoas colaboraram tão intimamente entre si!
3) Aqui NUNCA foi feito nada que tenha pé nem cabeça!
4) Aqui JAMAIS aconteceu de uma coisa ficar pronta num espaço de nove meses!
5) E aqui, NINGUÉM JAMAIS pensaria em oferecer o que quer que fosse aos membros da diretoria!

Seu Zé, então, desesperado, apela para um consultor "Dr. MAIS OU MENOS SÉRIO".

- Doutor, ajude-me! estou atolado em dívidas! minha empresa tá uma zona, sem pé nem cabeça! Não tenho a menor idéia do que fazer! O que o Sr. me aconselha?

- Calma ZÉ ACUADO! Há credores que não deixam a gente em paz, mas isso não é problema! leve esta carta, leia, tire cópias e envie imediatamente para seus credores! (e, intimamente, hi, hi, hi!).

Não percebendo que o Dr. Mais ou Menos Sério lhe deu um conselho errado, Zé Acuado já vai pensando quem deve ser o primeiro a receber a carta!

- Vou começar pela "Irmãos & Irmãos Raivosos S/C". Aqueles chatos!

Enquanto caminha, Zé Acuado vai lendo o modelo da carta, proposta pelo Dr. Mais ou Menos Sério!

"Sei que não estou em dia com meus pagamentos. Acontece que devo também em outras empresas e todas esperam que eu lhes pague. Contudo, os rendimentos mensais de minha empresa, só permitem que eu pague duas duplicatas no fim de cada mês. As outras ficam para o mês seguinte. Estou ciente que não sou injusto, daquele tipo que prefere pagar esta ou aquela empresa em detrimento das demais, nada disso! Todo mês, após tomar conhecimento do faturamento da minha empresa, escrevo o nome dos meus credores em pequenos pedaços de papel, que enrolo e coloco dentro de uma caixinha. Depois, olhando para o outro lado, retiro dois papéis, que são os sortudos que irão receber o meu rico dinheirinho.Os outros, paciência, ficam para o mês seguinte!

FINALMENTE LHES FAÇO UMA ADVERTÊNCIA! Se os senhores continuarem com essa mania de me enviar cartas de cobrança, ameaçadoras e insolentes, como a última que recebi, serei obrigado a excluir o nome de vossa empresa dos meus sorteios mensais".


Muito decepcionado com a orientação que o Dr. Mais ou Menos Sério lhe deu, Zé Acuado rasga a carta em mil pedaços, joga-a no lixo, e continua perambulando pelas ruas da cidade, pensando em como sair daquela terrível situação, quando, ao dobrar a esquina ...

... avistou uma Universidade. Entrou, e pediu ajuda aos alunos da "Empresa Junior".


TODOS OS PROBLEMAS DO Sr. ZÉ, agora, Sr. ZÉ SOSSEGADO, foram resolvidos.