ADMINISTRAÇÃO DE PROGRAMAS DE AUTOGESTÃO DE SAÚDE NAS EMPRESAS


R E S E N H A

 Livro escrito com base em uma ampla pesquisa e na experiência do autor; além de apresentar um breve histórico, consegue de maneira didática, clara e objetiva, efetuar uma feliz sistematização das partes e dos temas que compõem a autogestão de saúde. Em seus capítulos são tratados os assuntos necessários para que o leitor compreenda com facilidade os mecanismos utilizados na gestão e controles desta modalidade de assistência.

 São apresentados os tipos de  assistência à saúde  prestados pelas empresas a seus empregados, com ênfase na modalidade de Autogestão de Saúde, administrada na própria empresa ou terceirizada. Como complementação  e maior informação aos envolvidos no segmento saúde, é apresentada também uma relação das inovações tecnológicas que contribuem para a elevação dos custos  da assistência à saúde.

 É proposto um modelo de gestão com o objetivo de controlar e gerar informações gerenciais, possibilitando um  acompanhamento e controle detalhado de todo o processo de demanda por serviços médicos, com o objetivo de racionalizar e reduzir custos. Esse modelo é destinado à utilização por parte das  empresas que praticam diretamente (in house) a administração de seus programas de saúde, ou por empresas externas, especializadas na administração.

 Apesar desta modalidade de assistência já ser oferecida pelas empresas a seus empregados desde a década de 60, ainda não tínhamos um livro abordando os aspectos de gestão e controle. Agora, esta lacuna já não existe mais.

 

B  S  T  R  A  C  T

The Self-Managed Health Care Plans originated in amongst the large companies during the 60’s and 70’s, due to the possibility of, along a shared control with the employee’s participation, implementing an improvement in the quality of service and reduction in the costs of medical care. This benefit system can be managed either by the HR of the Sponsoring Company, or specialized outside partnerships, under contract.

 Follows a presentation on the situation of the Health Care System in Brazil and other countries. Also, the different types of Health Care Plans offered by the Companies to its Employees, focusing on the Self-Managed Health Care system, administered by outside parties. Additionally, and topping the information provided to the ones concerned with the Health Care segment, a description and analysis of the factors contributing to the increase of costs in Health Care is also presented. 

The objective of this study is to evidence, through research of books and documents, interviews with related Professionals and Users of this sort of Health Care system, the controlling mechanisms capable of inhibiting  the increase in costs originated by the wrong utilization of the system, done either by tre User or Service Companies.

 The basic proposal is presentated in the form of a Management Control Model aiming at controlling and administering management information. This model is to be used by the companies specialized in the administration of Self-Managed Health Care programs.

 The basic assumption is to present the information first by company/cliente, followed by specifics of on each different plan with its respective statistical data and the costs derived from medical services, hospital and ambulatories.


Editora – STS, São Paulo

fones: (011) 221-1345 / 3225-0353

Internet:
www.editorasts.com.br

e-mail:
info@editorasts.com.br